Apresentação pública do projecto DRESS A GIRL

Na passada quarta-feira, dia 9 de Maio de 2018, às 17h, o Rotary Club de Águeda e a Academia Portuguesa de Cultura e Solidariedade de Águeda, através do seu Projeto Universidade Sénior, apresentaram publicamente, o resultado da adesão ao Projeto Dress A Girl, uma Organização Não Governamental Americana, fundada em 2009, cujo objetivo é fazer vestidos para doar a meninas em países carenciados, levando-lhes assim um pouco mais de dignidade, proteção e esperança.

Com mais de 500.000 vestidos entregues em 81 Países, esta ONG, chegou a Portugal em Julho de 2016, por Vanessa Campos, e em menos de um ano e nove meses, foram feitos mais de 10.000 vestidos para meninas e 3.000 calções para meninos, distribuídos pelo Dress A Girl Around The World – Portugal, em Países como, Moçambique, Angola, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Guiné Bissau, Madagáscar, Camarões, Quénia, Cambodja, Uganda, Ghana, Nigéria, Tailândia, Costa do Marfim e Gâmbia.

O Rotary Club de Águeda, decidiu aderir a esta iniciativa, ultrapassou os limites concelhios, e ao longo de vários meses, envolveu o Rotary Club Curia Bairrada, fomentando os projetos entre Clubes, fortalecendo os seus laços, e ajudando a reforçar a ligação do Club Curia Bairrada, com a Universidade Sénior da Curia e por sua vez, com a de Águeda, pela partilha de conhecimentos e experiências.

Ao longo da sua implementação, a sensibilização para a adesão a este Projeto, por parte da Paula Franco, Past Presidente do Rotaract Club de Águeda e Professora na Universidade Sénior da Curia, bem com o apoio da Vanessa Campos e da Joana Nobre Garcia, do Dress A Girl Around The World Portugal, foram essenciais.

O Presidente do Rotary Club de Águeda, Carlos Franco, reconheceu “a importância da doação dos materiais necessários, do compromisso prontamente assumido e do empenho verificado por parte da Presidente da Direção Ondina David, e das Costureiras que confecionaram estes primeiros 28 vestidos e 6 calções, sob a orientação da Responsável pela Costura”, lembrando que “o sorriso destas crianças, acrescido de todas as consequências positivas deste Projeto, será motivo de orgulho e uma recompensa para todos os envolvidos”.

Cada vez mais, “vemos o Rotary como um veículo de construção da Paz Mundial, e por isso, incentivamos a Paz nas Comunidades onde nos inserimos, mas também no Mundo” e por isso “reforçamos o desafio para que continuem a acreditar e a apoiar esta nobre causa, e dessa forma, estarão a fazer a diferença e a contribuir para uma transformação positiva do Mundo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.